chamusca pinoquioTecfresh17

Politica

joao leite

O ex-vereador João Teixeira Leite foi eleito esta quinta-feira, 16 de novembro, líder da bancada do PSD na Assembleia Municipal de Santarém no atual mandato autárquico (2017-2021).

João Leite encabeçou a única lista a sufrágio, eleita com 17 votos a favor e dois em branco, e terá como vice-presidentes Luís Taborda e Tiago Vitorino. Sandra Coelho será a secretária.

João Leite é atualmente o vice presidente do PSD de Santarém, foi deputado municipal no mandato 2005-2013 e vereador no mandato 2009-2013, e assessor do Secretário de Estado do Emprego nos XIX e XX Governos Constitucionais.  

A nível profissional é administrador executivo da Santa Casa da Misericórdia de Leiria desde 2016.

Após a eleição, João Leite definiu como grande desafio da bancada do PSD na Assembleia Municipal o de dar um importante contributo para a aproximar este importante órgão autárquico da comunidade em geral.

“Os 12 deputados eleitos do PSD têm de fiscalizar o trabalho desenvolvido pelo executivo, bem como, ter uma atitude pró ativa, de apresentação de propostas, que sejam exequíveis e relevantes para o desenvolvimento e crescimento de Santarém. Vamos percorrer o Concelho com visitas às diversas freguesias, associações e instituições”, afirmou perante os deputados municipais, presidentes de junta e executivo municipal do PSD.

A eleição de João Leite surge depois do estranho processo que levou o PSD a perder a presidência da Assembleia Municipal de Santarem para o PS, apesar dos sociais democratas terem sido o partido mais votado nas eleições de outubro.

Na altura, na votação, por voto secreto, a lista liderada por Joaquim Neto (PS) obteve 22 votos, contra 18 da lista social democrata, encabeçada por José Gandarez (PSD), que tinha sido o cabeça de lista do partido à Assembleia Municipal.

O mais estranho e surpreendente na votação foi que Gandarez não conseguiu sequer reunir os votos dos elementos na sua bancada presentes na altura da votação (19), enquanto Joaquim Neto somou mais 6 votos do que os elementos da bancada socialista presentes na sala (16).

camara santarem-executivo

Afinal o que se passa com o projecto do novo Hospital da Luz, em Santarém? A pergunta foi feita esta segunda-feira, 13 de novembro, pelo vereador socialista Rui Barreiro, que questionou o presidente da autarquia sobre o ponto da situação deste processo, um dos temas que mais polémica provocou no período pré-eleitoral e eleitoral.

"Tanta urgência e passado quase um ano, com maioria absoluta, o assunto ainda não foi aprovado", resumiu Rui Barreiro, recordando que o assunto, que era considerado de urgente, ainda não foi agendado para discussão, apesar de já terem sido realizadas duas reuniões.

Na resposta, Ricardo Gonçalves (PSD) disse que o assunto está a seguir o seu caminho, com ambas as partes (autarquia e promotor) a resolverem algumas questões que estão em aberto. O autarca garantiu que o assunto vai "em breve" à reunião de câmara, "tal como outras matérias chumbadas pelo PS".

 

NOTÍCIA RELACIONADA

Oposição chumba instalação de novo hospital privado em Santarém

aguas ribatejo administracao

Catarina Pinheiro do Vale, vereadora na Câmara Municipal de Benavente, é a primeira mulher a integrar o Conselho de Administração da empresa intermunicipal Águas do Ribatejo, que gere o abastecimento e o saneamento em 7 concelhos do distrito de Santarém.

Nas eleições, realizadas na tarde desta sexta-feira, 10 de novembro, Francisco Oliveira, presidente da Câmara de Coruche, que liderava a única lista, aprovada por unanimidade, foi eleito presidente, mantendo-se Pedro Ferreira, presidente da Câmara Municipal de Torres Novas, como vogal, função que será igualmente exercida por Catarina Vale.

A decisão dá cumprimento à Lei 62/2017, que obriga a que a administração das empresas do setor público tenha pelo menos um terço de elementos de cada sexo a partir de janeiro.

Quanto à Assembleia Geral, continuará a ser presidida pelo presidente da Câmara Municipal de Almeirim, Pedro Ribeiro, enquanto Paulo Queimado, presidente da Câmara Municipal da Chamusca, continuará a ser o secretário da assembleia.

Todos os cargos são desempenhados sem direito a remuneração mantendo a tradição desde a fundação da empresa em 2007.

O novo mandato tem como prioridade a garantia da sustentabilidade da empresa mantendo ou reforçando a segurança e qualidade nos sistemas de abastecimento e de saneamento de águas residuais.

 

Tarifário acompanha inflação e vão ser inauguradas duas novas ETAR

Na reunião de hoje foi aprovado o novo tarifário da Águas do Ribatejo para o ano de 2018, que terá apenas “ligeiras atualizações”. Segundo a proposta aprovada por todos os sete municípios, a atualização têm por base a inflação e irá traduzir-se  num aumento de poucos cêntimos na fatura a pagar pelos clientes a partir do final de janeiro do próximo ano.

A assembleia vincou a preocupação de manter os tarifários sociais e para famílias numerosas, com mais de quatro pessoas, garantido o acesso de todos à agua da rede e beneficiando as famílias de menores recursos.

Até ao final do ano serão inauguradas duas novas ETAR, em Benavente e Samora Correia, e irá iniciar-se uma empreitada de 4,6 milhões de euros para a nova ETAR e sistema de saneamento da Freguesia de Samora, incluindo os lugares de Porto Alto e Arados.

No concelho de Torres Novas estão em curso obras no valor de 12 milhões de erusos com realce para os Sistemas de Saneamento da Chancelaria/ Pedrógão e Lapas São João da Ribeira.

Na reunião foi reforçada a preocupação de todos os autarcas quanto às consequências da seca.

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis