app chamuscamicromineiro slide

Categoria: Economia

farmaciasfotoutil

No distrito de Santarém, 28,6% das farmácias entra em 2018 numa situação penhora ou insolvência, sem garantias de sobrevivência, segundo números divulgados pela Associação Nacional de Farmácias (ANF).

O nível percentual no Ribatejo é superior à média registada no país, que se cifra nos 21,4% das farmácias, segundo a mesma fonte.

“A crise agudizou-se em 2017, estando agora 630 farmácias num universo de 2.943 em situação económica difícil, de acordo com o barómetro MOPE, do Centro de Estudos de Avaliação em Saúde (CEFAR)”, explica a ANF, acrescentando que, no distrito de Santarém, são 42 as farmácias em dificuldades.

“A economia portuguesa tem dado passos em frente, mas as farmácias continuam a viver num clima de crise e austeridade”, sublinhou Paulo Cleto Duarte, presidente da ANF, acrescentando que “apesar das dificuldades, os farmacêuticos e as suas equipas vão continuar a lutar para continuar a oferecer às populações mais isoladas acesso aos cuidados de saúde”.

Partida em Coruche do Grande Prémio de Ciclismo Abimota - Fotos: João Dinis