chamusca pinoquioTecfresh17

Categoria: Economia

nersantacaopromomocambique

A Nersant faz um balanço muito positivo da ação promocional que realizou durante cinco dias em Moçambique, onde promoveu o potencial económico da região do Ribatejo e reforçou as relações institucionais com o Estado daquele país africano.

“São muitas as oportunidades trazidas em carteira pela associação empresarial”, afirma o presidente da Comissão Executiva da Nersant, António Campos, dando como exemplo a reunião realizada com o vice-ministro da Indústria e Comércio de Moçambique, Ragendra de Sousa, “onde a associação empresarial ficou a conhecer e tomou nota da estratégia futura do Governo moçambicano para a área económica”.

No âmbito desta estratégia, Ragendra de Sousa confirmou a António Campos a construção da via-férrea de Moatize-Nacala, corredor ferroviário que vai atravessar Moçambique e que será de grande importância para a exportação de produtos portugueses para este país.

Ainda durante a reunião, ficaram acordadas diversas parcerias futuras, sendo uma delas no âmbito da transferência de tecnologia no setor da agroindústria, área com grande potencial neste país.

Outra das parcerias analisadas foi na área do empreendedorismo, tendo o Governo moçambicano ambicionado replicar no seu território o modelo levado a cabo pela Nersant na região de Santarém.

Para além de diversos encontros institucionais, a ação promocional, que decorreu de 2 a 7 de setembro, em Maputo, realizou também uma visita à FACIM - Feira Internacional de Moçambique, a maior feira comercial de Moçambique, onde a a associação empresarial portuguesa realizou um seminário e uma mostra de produtos nos setores da alimentação e bebidas, construção civil, materiais e máquinas para o setor de construção, metalomecânica e mobiliário e decoração.

Futebol: Jogo Coruchense x Mondenense | Fotos: João Dinis