chamusca carmen theomicromineiro slide

Economia

cartaxofestadovinho

Mais produtores de mais regiões vitivinícolas, novos espaços de provas e o convite ao convívio à volta das tasquinhas regionais são as principais novidades da renovada Festa do Vinho do Cartaxo, que este ano tem como tema “vinho & chocolate”.

A 29ª edição do certame realiza-se entre os dias 28 de abril e 1 de maio, no pavilhão municipal de exposições, reunindo 30 produtores e casas agrícolas da região, chocolate artesanal e empresas do setor.

Com o objetivo de reafirmar a notoriedade do certame na região e no país, a Câmara Municipal do Cartaxo investiu na renovação do espaço e estabeleceu parcerias com a Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV), o Instituto da Vinha e do Vinho (IVV), a ViniPortugal - Associação Interprofissional do Sector Vitivinícola e entidade gestora da Marca Wines of Portugal, e com a Região Vitivinícola do Tejo.

O certame abre portas no próximo dia 28 de abril, a partir das 14 horas, com o seminário “Vinho & Chocolate e a sua Relação com a Distribuição”, que vai pôr à conversa os profissionais do setor em dois painéis, “Estratégias Comerciais para o Vinho e Chocolate” e “Como Comunicar com a Distribuição”.

Esta iniciativa integra também a cerimónia de entrega dos prémios do Concurso de Vinhos da Campanha 2016/2017 do Melhor Vinho na Produção do Concelho do Cartaxo e da Região Tejo, organizado anualmente pela autarquia.

A encerrar o seminário, decorrerá uma prova comentada de vinhos com chocolate pelo enólogo Pedro Gil, com vinhos da Adega Cooperativa do Cartaxo e com chocolates da empresa Annobon.

Durante os três dias que se seguem, a animação musical instala-se com os sons de várias bandas musicais, os produtores oferecem aos visitantes os sabores e os aromas do vinho e do chocolate, os concertos sobem ao palco e as tasquinhas das associações do concelho tornam-se espaço de convívio e de divulgação da melhor gastronomia da região e dos vinhos do Cartaxo.

O programa completo do certame pode ser consultado na página da Internet da Câmara do Cartaxo.

nersantabrantesroadshow

O roadshow da Nersant sobre projetos financiados para as empresas, que percorreu todo o distrito nos meses de março e abril, reuniu um total de 620 participantes nas várias sessões realizadas.

Em todos os encontros concelhios, a Nersant apresentou o “SI2E - Sistema de Incentivos ao Empreendedorismo e ao Emprego”, que visa apoiar a criação ou expansão / modernização de micro e pequenas empresas, e o “PPEC Ribatejo - Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Elétrica”, que tem como objetivo promover a eficiência energética, bem como dois projetos de formação e consultoria, o “Move PME”, direcionado para empresas de qualquer setor de atividade, e o “Melhor Turismo 2020”, direcionado exclusivamente para empresas deste setor de atividade.

Para que a informação fosse transmitida de forma célere às empresas, a associação empresarial organizou equipas de trabalho diferenciadas, que, em simultâneo, estiveram em vários concelhos no mesmo dia.

As empresas que não tiveram oportunidade de assistir às sessões de esclarecimento podem remeter as suas questões para o e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. , segundo uma nota de imprensa da associação empresarial.

nersantSIRempresas

Com o objetivo de sensibilizar os industriais para o Sistema da Indústria Responsável (SIR), a Nersant realizou na Startup Santarém uma sessão de esclarecimentos sobre os requisitos técnicos de instalação / exploração, que contou com a participação de dezenas de empresários.

O SIR regula, entre outros aspetos, o exercício da atividade industrial, e “assenta numa mudança de paradigma em que o Estado, no espírito do Licenciamento Zero, reduz o controlo prévio e reforça os mecanismos de controlo à posteriori, acompanhados de maior responsabilização dos industriais e das demais entidades intervenientes no procedimento”, explica uma nota de imprensa da associação empresarial.

O seminário, dinamizado em parceria com o IPAMEI, responsável pelos esclarecimentos prestados, “sintetizou o referencial de atuação em sede de exploração dos estabelecimentos industriais, nos domínios da segurança e saúde no trabalho, da segurança industrial, da segurança alimentar e do ambiente”, acrescenta a mesma nota.

O programa do evento contou também com a intervenção da Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), na questão dos princípios da segurança alimentar.

Balonismo em Coruche - Fotos João Dinis