chamusca baguncadabanner tasquinhas2017

Cultura

macaojornadaspatrinomio

A arte rupestre, o património e as coleções arqueológicas são alguns dos temas que vão estar em destaque na 13ª edição das jornadas ibero-americanas de arqueologia e património, que decorrem em Mação nos dias 27 e 28 de março.

O Museu de Arte Pré-Histórica de Mação é o local onde se realiza este seminário internacional, que reúne dezenas de arqueólogos, antropólogos e especialistas da América do Sul, Portugal, Itália e Espanha, entre outros países, para partilharem os seus estudos e as suas experiências científicas.

O dia 27, segunda-feira, será dedicado à temática “Coleções Arqueológicas sem contexto”, com comunicações de manhã e uma mesa redonda de tarde.

A manhã de terça-feira, dia 28, é dedicada à arte rupestre, tendo lugar, à tarde, as conferências de arqueologia e património.

A organização está a cargo do Museu de Arte Pré-Histórica de Mação, do Instituto Terra e Memória e da Câmara Municipal de Mação, em parceria com entidades sul-americanas e espanholas.

santaremCIJVSacordosaovicente

O Centro de Investigação Professor Joaquim Veríssimo Serrão (CIJVS), a União de Freguesias de São Vicente do Paul e Vale de Figueira e a comissão social local celebraram um protocolo de colaboração visa estreitar as relações de cooperação e intercâmbio.

O acordo foi firmado no passado dia 21 de Março, e pretende, segundo uma nota do CIJVS, que as instituições signatárias “possam beneficiar de ações de colaboração nos domínios dos objetivos das atividades a que se dedicam”.

“Poderão impulsionar iniciativas conjuntas na área da investigação, no plano sociocultural e científico, que a concretizar representem uma mais-valia para as populações”, acrescenta ainda a mesma nota.

avieiros

O antigo Centro Regional de Artesanato da Chamusca recebe esta sexta-feira, 24 de março, pelas 21h30, mais um espetáculo do ciclo cultural Inquieto. Desta vez, a Companhia de Teatro do Ribatejo leva a palco a peça “Um Rio com Gente Dentro”, do escritor Alves Redol.

O ciclo cultural INquieto, promove grandes autores nacionais e internacionais e demostra várias formas de transmitir os afetos, em que se interroga a humanidade e a cultura, onde a partilha de artes e emoções se cruzam.

“Um Rio com Gente Dentro” descreve a vida dura e rigorosa das gentes do Ribatejo, os avieiros conhecidos como "ciganos do rio", em honra à vida nómada que os fazia percorrer em certa altura do ano o caminho entre as praias de Vieira de Leiria e as aldeias à beira Tejo. Hoje são recordações poéticas de vidas semeadas de luta num Tejo que os acolheu e que dele fizeram o seu lar, o seu encanto, a sua alegria e vida.

Este romance lírico, de um entusiamo doloroso e concreto, em que as GENTES de hoje vão poder reviver memórias desta tradição que ficou em tempos passados e que já mais voltarão, enquanto outra parte aprenderá esta realidade dos nossos antepassados, a guardará e divulgará a gerações futuras, de modo a preservar estas memórias para que permaneçam na nossa história.

Carnaval Samora Correia - Fotos João Dinis

×